terça-feira, 28 de outubro de 2008

natureza...


final d tarde...
quantos q naum param um pouco e vejam como eh nossa cidade??
visão do privilegio q Deus nos deu
e q aos poucos vamos perdendo
eu queria ser uma ave pra sempre d cima admirar essa natureza,q tais "animais" o destroem
aproveite enquanto eh tempo
pq senaum,tudo serah somente fogo...
escutem fabrica-legião urbana

terça-feira, 2 de setembro de 2008

De gota, ao Mar




Mais uma vez cá estou
Sozinha...
Já é noite,escura,fria
Lá fora chove
Todo mundo se escondeu
Cada gota transparente
Que cai cheia de vida
Mas que morre em pouco tempo
Que segue um caminho
Longos,cheio de obstáculos
Altos e baixos
Se mistura aos muitos outros
Que acabam se unindo ao tocarem o chão
São gotas que não retrocedem
Que não voltarão a cair no mesmo lugar
Que ao cumprir seu destino
Quando só resta-lhe seguir
Até que...
Amanhece,a luz do sol reflete
Sol..
O mesmo lhes toma
Que para o céu os leva
Dando uma segunda chance
De ver tudo lá de cima novamente
Ver por onde é o melhor caminho
Onde no fim terá um rio
Fonte inesgotável
Para que,mesmo que venha a cair de novo
Nunca morrerá
Que seguirá em frente
Rio este de elogios
Que irá sentir-se útil a tocar a face de alguém
Mas que sonha...
Em ir ao encontro do mar
O temido,mas que bonito
O bonito mas que misterioso
O misterioso mas que esclarecedor
O esclarecedor mas que profundo
Que por fim misterioso
Eu...
Aqui sozinha
Imagino, assemelho, comparo
E o amor?
Cai do nada
Passa pels ruas do coração
E que se não forte, forma-se rupturas
Se não persistente, torna-se frágil
Se não firme, se desmancha em lembranças

Mas seria assim definido o amor?
Poderia assim ser comparado, assemelhado?
Poderia ser como a chuva
Que tem a oportunidade de voltar
Sem que não pelo mesmo caminho
Mas que se fortalece a visar deu objetivo
O Mar...
Do Amor...
Além de bonito
De misterioso,de forte
É profundo
Infinito aos olhos
E mais ainda ao coração
Pois é simplesmente Além


Chrissie Nayanne
Patos-PB
02/05/07

Skid row - In a darkened room


Num quarto escuro
Além do alcance da fé em Deus
Estão os feridos e despedaçados restos do amor traído
E a inocência de uma criança é comparada e vendida
Em nome dos malditos
A ira dos anjos deixou silêncio e frio
Perdoe-me, por favor. pois não sei o que faço
Como posso guardar a mágoa que, eu sei, é verdadeira
Me diga quando o beijo do amor vira mentira
Que traz a cicatriz do pecado bem lá no fundo
Pra esconder o medo de correr até você
Por Favor, deixe que haja luz
Num quarto escuro
E todos momentos preciosos colocados de lado novamente
E o sorriso da madrugada
Traz a lúxuria manchada cantando meu réquiem
Posso encarar o dia quando sou torturado em minha crença?
E assistir isso cristalizando
Enquanto minha salvação vira pó?
Por que não posso guiar o navio antes dele encontrar a tempestade
Eu caio no mar, mas ainda nado em busca da praia
Me diga quando o beijo do amor vira mentira
Que traz a cicatriz do pecado bem lá no fundo
Pra esconder o medo de correr até você
Por Favor, deixe que haja luz
Num quarto escuro

domingo, 31 de agosto de 2008

Refletir na praia


Sobre o vento q tinha na praia,eu estava a pensar sobre minha vida,naquele momento, eu queria algo diferente, que me fizesse voar, e ao mesmo tempo, algo que me deixasse em pé, no chão mesmo, seguro.
vi uma moça passando no calçadão, morena, olhos castanhos,tenha mais ou menos 1,60m, cabelos até os ombros castanhos
aquela beleza me atraiu os olhares e que me fez fixá-la durante uns 10 minutos.
Estava sozinha, olhando muito pro mar, talvez poderia procurar algo que nem eu.
Mas naquele momento,não conseguia mais me concentrar no q eu desejava, no caso,meu desejo acabara de mudar por aquela morena
que com os cabelos ao vento, deu um desfile,,e por mim, passou perto, e deixou que o mar beijasse seus pés com uma suave marola.
Levantou os braços, como se tivesse louvando, e eu,maravilhado com aquela cena, estava estático,paralizado. Ela se vira pra mim, percebe e que estou observando-a e me dá um doce sorriso, onde me deixa mais estigado conhece-la, e perguntar de qual´parte do céu ela veio.
Mas ela volta, meio que chorando, não me contive e perguntei a ela o que havía acontecido. Ela me disse que tem um "amor", mas não o tem na sua certeza em seu coração, e queria uma resposta, e me explicou que estava clamando a Deus uma resposta
e eu a disse;
´- Como, uma pessoa tão linda, está com este problema??
Ela me disse logo depois, que procurava algo verdadeiro, porque o que ela encontrava, não a conbria em suas necessidades e a fazia sofrer muito por varios motivos, entãm, eu a ofereci minha atenção por qualquer coisa,de que eu pudesse ajudar. Mas fiquei mais espantado,porque ela disse q tinha encontrado, uma pessoa, mas ele tinha partido.
Eu perguntei;
- Como se foi?????,
Ela me disse que foi em defesa de uma pessoa desconhecida,estavam os dois juntos e ele tinha visto uma mulher sendo assaltada,mas ele,corajoso,foi ajudar aquela mulher,e o assaltante tava armado com uma faca,e o acertou no peito,e ele fugiu.
E aquela morena,que mostrava tanto encanto,se desaba em minha frente,ela continuou dizendo:
- E eu fui correndo até meu amado,e fiquei com ele uns 10 minutos até chegar uma ambulância,,tinha muita gente e carros na rua. Eu estava desesperada,e meu amado tava todo ensanguentado e tremendo,e falei com ele,não se preocupar, estou aqui com você, mas ele me disse que tava ficando fraco , com frio, e eu comecei a chorar,e percebi q ele estava morrendo. Mas justamente naquele dia ,eu iria dar uma noticia muito boa,iria dizer q eu estava grávida,mas fiquei tão nervosa e com medo que acabei não falando,e vi ele ir embora em meus braços
E eu vendo aquele drama daquela morena, eu pergunto;
=E como você estava tão formosa naquele calçadão até chegar aqui na areia, mesmo ter passado por isso?
e ela me responde:
É porque eu sinto que o amor dele está comigo, e tenho uma lembrança dele em meu ventre,mas logo em meu primeiro romance onde me dou bem com um rapaz direito,ele se vai cedo, e perguntei a Deus porque disso tudo, e agora vim chorando porque Ele me deu a resposta,
Então eu pergunteiqual era a resposta que Deus,tinha dado à ela , e me disse;
- Deus me falou pra eu dar o valor aquilo que é mais importante, que me faça bem, que uma hora ou outra eu poderia perder aquilo de mais valioso que eu tenho, então tenha valor ao que você tem, e o que eu tenho em meu ventre é o mais valioso q eu possuo aqui nesta Terra, e que eu aprendi perdendo e espero que vocÊ também aprenda, sem perder algo.
:
Então eu refleti sobre aquilo e voltei pra minha casa, com a minha resposta que procurava no inicio. Deus permite q eu viva a vida, então vou viver de uma forma que seja inesquecivel, especial, porque ela é única,e agora sim, dou valor a vida.